Folhablu | Mais de 7 milhões de pessoas no mundo morreram por doenças relacionadas à hipertensão


Mais de 7 milhões de pessoas no mundo morreram por doenças relacionadas à hipertensão

Publicado em: 2017-02-19 07:19:37

A hipertensão arterial é o mais importante fator de risco para o desenvolvimento de doença arterial coronariana, insuficiência cardíaca, doença cerebrovascular, doença renal crônica e fibrilação atrial. A doença também tem sido associada ao desenvolvimento de déficit cognitivo e demência. A mortalidade por doença cardiovascular aumenta progressivamente, de forma linear, contínua e independente, com a elevação da pressão arterial a partir de 115/75 mmHg.

 

Na última década, cerca de 7,6 milhões de mortes no mundo foram atribuídas à hipertensão (54% por acidente vascular encefálico e 47% por doença isquêmica do coração, sendo a maioria em países de baixo e médio desenvolvimento econômico e mais da metade em indivíduos entre 45 e 69 anos).

 

Elaborado pelos membros do Departamento de Hipertensão Arterial da Sociedade Brasileira de Cardiologia (DHA/SBC), o livro Hipertensão Resistente na Prática Clínica, lançado pela Editora Elsevier, aborda tópicos importantes na luta contra a hipertensão resistente, ou seja, aquela que não é curada com tratamento medicamentoso. Em 38 capítulos, os autores apresentam informações que vão de epidemiologia até novas terapêuticas não farmacológicas.

 

Editado por Rui Póvoa, especialista no tema, o livro tem como objetivo a compreensão do complexo enigma da hipertensão arterial, principalmente quanto à resistência ao tratamento. Representa o resultado de diversos anos de experiência clínica e de trabalho em pesquisa cardiológica.

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial