Folhablu | Jogadores combatem cáries em game desenvolvido por alunos da Univali


Jogadores combatem cáries em game desenvolvido por alunos da Univali

Publicado em: 2017-06-13 19:43:28

Pesquisadores da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) desenvolveram um jogo digital educacional sobre a saúde bucal. O game utiliza técnicas de jogos de tiro em primeira pessoa, mas as armas são instrumentos odontológicos que destroem bactérias, prevenindo que estas prejudiquem os dentes.

 

O jogo é ambientado dentro de uma boca e o jogador utiliza pasta de dente, fio dental, bombas de flúor e escovas de dente para destruir as bactérias, retirar pedaços de comida presos entre os dentes e limpá-los.

 

No game, a pasta de dente e a bomba de flúor atingem apenas as bactérias. A escova de dente é uma arma de recuperação da vida dos dentes. Já, o fio dental destrói pedaços de comidas que aparecem entre os dentes.

 

Além deles, a temida broca do dentista pode ser acionada se o jogador permitir que alguma bactéria destrua completamente o dente. Nesse caso, a broca pode ser acionada e o jogador ganha uma segunda chance de continuar no game.

 

Ele possui dez fases que retratam cinco cenários diferentes: a boca de uma criança, de dois adolescentes, de um adulto e de um idoso. A jogabilidade assemelha-se à de um jogo de tiro em primeira pessoa. O foco é a conscientização dos jogadores sobre o cuidado na higiene bucal e utilização de todos os recursos possíveis para higiene bucal. O jogador perde quando um ou mais dentes apodrecem totalmente.

 

A pesquisa, desenvolvida pelos egressos Gabriel Couto, do curso de Design de Jogos e Entretenimento Digital; Natália Couto, do curso de Ciência da Computação; e orientada pelo professor e pesquisador Rudimar Dazzi, da Univali, foi financiada pelo artigo 170, do governo do estado de Santa Catarina.

 

Além deles, acadêmicos dos cursos de odontologia foram consultados para que pudessem colaborar identificando doenças e bactérias reais, para serem transformados em inimigos no jogo.

 

O game está em fase de testes realizados por grupos de alunos, do 1º ao 5º ano do Colégio de Aplicação da Univali (Cau), que avaliam o jogo, em uma atividade de educação em saúde ministrada pela acadêmica Danielle Cruz, do 6º período de odontologia, sob orientação da professora Luciane Campos Gislon.

 

Nas avaliações, depois de travarem a batalha contra as cáries, os estudantes respondem uma pesquisa sobre o software. A intenção é verificar a percepção dos escolares sobre a utilização do software em atividades de educação em saúde bucal, além de determinar a faixa etária mais adequada do público-alvo e outras possíveis informações que possam contribuir para melhorias no game, que ainda não está disponível para download.

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial