Folhablu | Política de combate ao Aedes é falha, criticam deputados


Política de combate ao Aedes é falha, criticam deputados

Publicado em: 2016-02-11 08:35:07

A política de combate ao Aedes aegypti, que transmite dengue, chikungunia e zika, recebeu críticas dos parlamentares na sessão ordinária desta quarta-feira, dia 10, da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. “A política para combater o Aedes tem falhado, fiz vários discursos criticando a forma simplificada com que foi feita a municipalização do combate. Sem controle unificado, muitos municípios não combateram o mosquito”, afirmou Fernando Coruja (PMDB).

 

Segundo o deputado, Santa Catarina tem uma política eficaz e conta com o auxílio do clima frio. “Mas tem casos de zika”, lamentou Coruja, que destacou o fato de que no dia 1º de fevereiro o governador anunciou que o estado tinha apenas um caso de zika, enquanto no outro dia a Secretaria de Saúde relatou cinco casos.

 

O representante de Lages também citou o impacto negativo nas Olímpiadas. “O Aedes é motivo de preocupação, os Estados Unidos podem autorizar atletas para não virem”, informou. Serafim Venzon (PSDB) classificou os surtos de dengue, chikungunia e zika de “epidemias”. Já o deputado Antônio Aguiar (PMDB) concordou com os colegas. “O Brasil está sofrendo com a zika”, repetiu Aguiar, que sugeriu a criação de uma frente parlamentar para acompanhar o combate ao Aedes no estado.

 

Foto: Solon Soares

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial