Folhablu | 'Ele não' versus 'Ele sim': prós e contra Bolsonaro polarizam eleição presidencial


'Ele não' versus 'Ele sim': prós e contra Bolsonaro polarizam eleição presidencial

Publicado em: 2018-10-03 17:20:41

 

Em meio a muita polêmica, troca de ofensas, fim de amizades e promessas de mudanças, o Brasil chega a mais uma eleição presidencial - a oitava desde a redemocratização - em um cenário exatamente igual aos últimos pleitos. A corrida presidencial está polarizada entre duas forças, que a grosso modo representam direita e esquerda ou conservadores e liberais. Pior: diante de tantas declarações extremadas, são justamente eles, os extremistas, que estão levando a melhor. Diante de um quadro de 13 candidatos, no Brasil rachado ao meio de hoje, aos olhos dos extremistas, se você não é Bolsonaro é Lula; e se não é Lula é Bolsonaro.

 

No último sábado, dia 29, eleitores saíram às ruas de todo Brasil para gritar contra ou a favor de Bolsonaro. Na raiz do problema estão as declarações do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, que dispara rotineiramente sua "metralhadora" contra mulheres, homossexuais, negros ou qualquer outra minoria que lhe atravesse o caminho. Em Blumenau não foi diferente. Dois grupos - a favor e contra o candidato - se manifestaram na tarde de sábado e se encontraram no centro da cidade. Cerca de mil pessoas faziam parte de cada um dos grupos. Outras manifestações ainda deverão ocorrer até votação de domingo, dia 7.

 

Ex-militar, o candidato Jair Bolsonaro é deputado federal desde os anos 90, com atuação inicialmente restrita à defesa de sua classe e a algumas patacoadas, como votar contra a implantação do Plano Real. Bolosonaro ganhou notoriedade na esteira das denúncias de corrupção e roubalheira generalizada creditadas aos governos Lula e Dilma. Desde então, Bolsonaro ou "Bozo", como é chamado por seus opositores nas redes sociais, ganhou voz com declarações extremadas sobre tudo e todos. As reiteradas acusações de xenofobia, homofobia, racismo, machismo e intolerância não parecem assustar eleitores cansados da corrupção e do jogo de interesses que permeiam a política brasileira.

 

Jair Bolsonaro lidera a corrida para o Palácio do Planalto com 32% das intenções de voto. Em segundo, aparece o candidato do PT de Lula, Fernando Haddad, com 21%. Geraldo Alckmin, candidato do PSDB à Presidência, partido também atolado até o pescoço em denúncias, afirmou em seu programa político na tevê: "Um é um salto no escuro; o outro a própria escudirão". Quem sobreviver a esses tempos de intolerância descobrirá o que o futuro nos reserva.

 

Por Fábio Souza

 

 


Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 99210 7635
Redação Brasil: webmaster@folhablu.com.br | Redação Santa Catarina: blumenau@folhablu.com.br | Comercial: comercial@folhablu.com.br | Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: folhablu | WhatsApp: (47) 99210 7635
Blumenau - SC
Todos os direitos reservados