Folhablu | Renova Brasil quer facilitar candidatura de cidadãos comuns ao Congresso Nacional


Renova Brasil quer facilitar candidatura de cidadãos comuns ao Congresso Nacional

Publicado em: 2018-02-07 10:11:52

O cofundador do movimento nacional Renova Brasil, Thomáz Pacheco, esteve na Acib nesta segunda-feira, dia 5, para falar sobre como funciona a organização, criada com o propósito de acelerar novas lideranças políticas e viabilizar o acesso do cidadão comum ao Congresso Nacional. Ele participou de uma reunião aberta da associação empresarial para diretores, conselheiros, associados e demais associações empresariais de Blumenau e da região.

 

Na opinião de Pacheco, há uma crise de representatividade no atual sistema político nacional, num cenário em que 94% da população não se sente representada, a maioria não confia nos partidos políticos e nos políticos, e 79% dos eleitores votariam em novos candidatos de fora da política. “Apesar do anseio por mudanças, o sistema político nacional ainda é muito protegido, dificultando a candidatura de um cidadão comum ao Congresso”, apontou.

 

“Desde 2013 vemos uma iniciativa crescente de movimentos populares querendo ocupar papel na política. O preço que pagamos por não nos envolver é sermos governados por quem tem interesse. Vimos uma oportunidade de fazer com que os cidadãos comuns pudessem de alguma maneira chegar ao Congresso Nacional e melhorar essa crise de representatividade”, explicou o empresário. Segundo ele, a ideia do Renova Brasil é usar esses movimentos como insumo e dar acesso a esses cidadãos, para que, de alguma maneira, possam chegar lá em condições de serem protagonistas de uma discussão política. “Buscamos parlamentares que tenham compromisso com a democracia, com ética e vontade de servir à sociedade”.

 

Pacheco explicou que o Renova Brasil atua em três pilares principais: formação (módulos presenciais e a distância, com corpo docente de referência), aceleração (equipe de consultores de excelência em áreas como marketing político, produção de conteúdo, big data, entre outros) e bolsa (ajuda de custo para que os bolsistas possam se dedicar de maneira integral ao programa e ao projeto de viabilizar suas respsectivas futuras candidaturas). O programa tem seis meses de duração e busca viabilizar a renovação política por meio do apoio a até 150 candidatos para as eleições proporcionais de 2018.

 

Em contrapartida, o candidato deve se comprometer no cumprimento de forma integral do mandato, transparência, gestão eficidente dos recursos públicos e de gabinete, e promover e liderar discussões e ações visando à reforma do sistema político eleitoral. Em Santa Catarina, foram selecionados seis bolsistas, entre eles o empresário Jorge Censi, que deu seu depoimento na reunião, elogiando o projeto. “Tivemos palestras das mais diversas com pessoas de conteúdo e grande vivência”, assinalou Censi, que é pré-candidato a deputado federal.

 

 


Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 99210 7635
Redação Brasil: webmaster@folhablu.com.br | Redação Santa Catarina: blumenau@folhablu.com.br | Comercial: comercial@folhablu.com.br | Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: folhablu | WhatsApp: (47) 99210 7635
Blumenau - SC
Todos os direitos reservados