Folhablu | Nota sobre informação veiculada no Jornal Nacional


Nota sobre informação veiculada no Jornal Nacional

Publicado em: 2016-12-19 04:14:35

O Jornal Nacional veiculado no dia 17 pela Rede Globo incorreu em erro factual ao afirmar que o juiz Sérgio Moro teria desligado o áudio durante a outiva do senhor José Afonso Pinheiro, na ação que trata do afirmado triplex do Guarujá. Ao contrário do que foi afirmado pela emissora, Moro não interrompeu o áudio e, além disso, permitiu que a testemunha fizesse insultos a Lula e a mim, seu advogado, durante o ato processual.

 

Confira a íntegra da nota enviada ao Jornal Nacional: "Um juiz imparcial jamais teria ouvido o senhor José Pinheiro como testemunha porque, como filiado a partido político e candidato a vereador em Santos (SP), ele fez campanha usando dos fatos em discussão no processo. Muito menos um juiz imparcial teria permitido que uma testemunha, diante de perguntas objetivas e feitas em tom cordial, respondesse com insultos a Lula e a mim como seu advogado, ao mesmo tempo em que fazia declarações de cunho subjetivo e sem qualquer valor jurídico. O mais grave ainda é que o juiz do caso, além de pedir “desculpas” à testemunha após ela agir dessa forma desrespeitosa, ainda lançou a mim descabidas provocações após o áudio da audiência ser desligado. O assunto e as provas correspondentes serão encaminhados à OAB para as providências cabíveis."

 

Por Cristiano Zanin Martins

São Paulo - SP

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial