Folhablu | Renata Monteiro, participante do Masterchef Portugal, fala sobre sua nova coluna na Folhablu


Renata Monteiro, participante do Masterchef Portugal, fala sobre sua nova coluna na Folhablu

Publicado em: 2015-07-21 09:25:45

A gaúcha Renata Monteiro resolveu mudar o curso de sua história em outubro de 2013. Até então dentista no Rio Grande do Sul, Renata mudou de vida para seguir sua paixão, a gastronomia, e chegou a Portugal para uma jornada de estudos, onde faz cursos de culinária e o mestrado em gastronomia. Neste ano, mesmo sem experiência no ramo e na gastronomia local, Renata conseguiu a façanha de ingressar na versão portuguesa do concurso de culinária mais famoso do mundo, o Masterchef. Surpresa maior foi ver Renata terminar entre os dez melhores do programa.

 

De Almada, região da grande Lisboa, à margem sul do Rio Tejo, uma das mais belas paisagem do país, Renata Monteiro falou com exclusividade à Folhablu, onde estreia a coluna Novos Sabores.

 

Como a gastronomia entrou em sua vida?

 

Ao pé dos tachos da dona Cely nasceu a minha paixão pela cozinha. Guardo na lembrança o aroma de pão quente pela casa, o sabor doce das incríveis cucas e a fofura dos melhores pães-de-ló do mundo. Sentada em um degrau da fantástica cozinha de minha avó, presenciei, o que seria aos olhos de uma criança, o surgimento das melhores e mais saborosas receitas: bonecos de pães, doces cristalizados, purês coloridos, arroz doce, rocambole de goiabada, bolo de ovos moles e ameixa. Os anos foram passando e a admiração aumentando a cada dia. Hoje posso dizer que a lição mais importante que aprendi com essa "chefmaster avó" é que se cozinha com amor e por amor. Então, sempre tive este amor. Quando decidimos vir para uma jornada de estudos na Europa, entendi que seria a hora de mudar, dar um novo rumo à minha vida.

 

Por que trocou a odontologia pela cozinha? Quando você tomou essa decisão?

 

A vida levou-me para outras escolhas profissionais. Exerci a profissão de dentista durante alguns anos. Um certo dia percebi que havia mais cansaço em meu dia do que realização e satisfação com trabalho realizado. Foi neste momento que resolvi apostar nesta minha paixão: a gastronomia.

 

O que torna alguém um bom cozinheiro?

 

Eu penso que é algo simples, que se aplica a toda profissão: o amor pelo que se faz. Quando nos dedicamos a fazer aquilo que realmente gostamos, algo que nos realiza pessoal e profissionalmente, alcançamos, naturalmente, o sucesso. Ser um bom profissional também exige muito estudo, dedicação e algumas abdicações.

 

Qual o melhor prato que já experimentou?

 

Em Portugal, o melhor prato que já experimentei foi o bacalhau à Braga. Lembro bem daquele domingo, logo que chegamos em Braga, saímos sem rumo e destino, procurando um bom local para almoçarmos. Encontramos em uma rua estreita, rodeada de prédios antigos, um restaurante pequeno, com decoração simples, mas cheio de “locais”. Sem dúvida aquele bacalhau ficou na minha memória, pois sempre penso em voltar lá.

 

Vê semelhanças entre a gastronomia brasileira e a de Portugal?

 

A gastronomia brasileira apresenta alguns traços da gastronomia portuguesa devido à sua história de colonização. Porém, o Brasil ao longo do tempo foi adaptando a sua gastronomia aos produtores locais e tem uma diversidade maior devido à influência de outras comunidades colonizadoras, como a alemã e a italiana.

 

Relate um pouco da experiência de participar do Masterchef Portugal 2015.

 

A participação no maior concurso de culinária do mundo foi uma experiência única e fantástica em minha vida. Estava em Portugal há pouco mais de um ano, estudava algumas receitas portuguesas em casa, pois o mestrado só começaria no outro ano, fazia alguns pratos, compartilhava com os amigos. Quando começaram as inscrições no programa, meu marido me inscreveu, de surpresa. O programa recebeu aproximadamente 8 mil inscritos. Ao final, consegui passar por todas as etapas, uma mais difícil que a outra e ingressar nos quinze finalistas. No programa, passei a conhecer mais sobre técnicas culinárias e a conhecer também os meus limites. Durante as semanas em que lá estive, vivi uma rotina exaustiva de gravações, aulas e estudos. Soma-se a isso o estresse presente a cada “prova de criatividade”, “provas de equipe” e “provas de eliminação” e o fato de ficar confinada, longe de meu marido e de minha filha. Passei a saber o exato valor de cada minuto: 3 minutos para ir às compras antes de cada prova, 50 minutos para confeccionar um prato perfeito e capaz de me levar à próxima fase, 10 minutos, por dia, para conversar com a família. Os sentimentos, como saudades da família, felicidade a cada prova superada, tristeza a cada amigo que deixava o programa, vontade de vencer e aprender sempre mais estiveram comigo, passo a passo, nesta louca e maravilhosa caminhada.

 

O que os leitores da Folhablu podem esperar da colunista Renata?

 

Podem esperar muitas novidades. Vamos fazer juntos uma grande viagem pela culinária de Portugal e do mundo. Muitas das receitas serão simples, outras um grande desafio pelo nível de elaboração. Mas quero acima de tudo criar um canal de comunicação com os leitores, quero trazê-los semanalmente muitas novidades que sejam interessante e informativas.

 

Quais seus planos para o futuro?

 

Meus planos para o futuro são dedicar-me ao máximo ao mestrado em Ciências Gastronômicas e aos cursos de cozinha e pastelaria (confeitaria) que estou fazendo aqui em Portugal e, quem sabe, ingressar no doutorado ainda ano que vem. Quero ser reconhecida no futuro por ser competente na área que escolhi trabalhar e não só por ter participado de um programa de televisão. E para que isto aconteça estou me dedicando ao máximo a adquirir novos conhecimentos. Além disso, trabalho no desenvolvimento e atualização do meu site, www.renatamonteiro.net.br. Este é um portal de conteúdo gastronômico onde divulgo minhas receitas, dou dicas de como usar equipamentos, como fazer uso de temperos e condimentos, além de divulgar notícias sobre cursos, seminários, feiras e eventos do mundo da gastronomia. Faremos através deste site a apresentação de novos produtos para apoiar outros empreendedores. Estamos, também, elaborando um projeto diferenciado, voltado à gastronomia, que ganhará forma assim que voltarmos para o Brasil. Aguardem!

 

Gostaria de acrescentar algo?

 

É preciso agradecer a oportunidade e o espaço que a Folhablu está me concedeendo. É uma grande honra e responsabilidade comunicar-me com o público de Santa Catarina, esta terra tão linda que sempre visitava anualmente, com sua belas praias e cidades, e que tem ainda influência de diversos povos que ajudaram em sua colonização.

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial