Folhablu | Empreender de forma correta


Empreender de forma correta

Publicado em: 2017-01-15 04:06:33

Muitas são as causas para uma empresa não dar certo, e a palavra “falta” antecede cada atitude não pensada: falta de planejamento, falta de pesquisa de mercado, falta de demanda para o que o negócio produz, entre outras situações.

 

É de extrema importância entender que uma ideia de sucesso não garante vida longa às companhias, até porque colocá-la em prática não é uma tarefa fácil.

 

Para empreender é indispensável planejar cada passo, ter controle financeiro, cautela na escolha dos sócios com quem vai dividir as decisões da empresa, se for o caso, além de não se acomodar com absolutamente nada, ser inovador e saber separar a vida profissional da pessoal.

 

Outro ponto primordial é se entregar de corpo e alma ao negócio. Geralmente, as pessoas querem ser os “patrões” para fazer o próprio horário, folgar quando quiser e ter regalias. Mas não entendem que ter uma empresa é passar noites sem dormir, trabalhar de 12 a 14 horas por dia, e muitas vezes, ser o primeiro a chegar e o último a sair.

 

Quanto ao planejamento, quem quer empreender de forma correta tem que estudar a demanda do seu produto no mercado, se existe procura o suficiente e quem são as pessoas que vão consumi-lo. Assim como é inviável não ter o acompanhamento de assessorias jurídica e contábil, essenciais em todos os ciclos de uma empresa, desde o início.

 

O que também acontece com alguns aspirantes a empreendedores é não contabilizar o quanto custa fundar um negócio. Abrir simplesmente sem saber o que realmente é necessário de investimento para iniciar e manter uma empresa. Um erro frequente é a falta de atenção no fluxo de caixa. O que entra nele deve compensar o que sai. Caso contrário, nada sairá do lugar.

 

Sobre os sócios, todos devem estar em sintonia, querendo a mesma coisa e olhando para a mesma direção. Deve haver paciência, compreensão e cuidado para expressar opiniões e acima de tudo, respeitar a dos outros.

 

Como de praxe, uma empresa possui compromissos financeiros com fornecedores, funcionários e manutenção. O que o empresário faz na vida pessoal tem que ser pago com a remuneração que recebe por mês. Mexer no caixa da companhia para pagar férias e presentes à família é o caminho mais curto para a ruína.

 

Por fim, também é fundamental ouvir as ideias de outras pessoas, resolver as dores dos usuários, procurar incansavelmente a excelência e quando encontrar, seguir em outra busca. Empreender requer disciplina e persistência. O caminho a percorrer não será só de flores, e sim de muitas pedras.

 

Por Pedro Augusto Neves da Fontoura

Advogado especialista em gestão financeira empresarial

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial