Folhablu | Governo do Estado reforça a segurança em unidades prisionais de SC com entrega de novos equipamentos


Governo do Estado reforça a segurança em unidades prisionais de SC com entrega de novos equipamentos

Publicado em: 2018-06-14 19:05:47

Agentes penitenciários que atuam em 50 unidades prisionais de Santa Catarina receberam armas, coletes balísticos, munições e duas viaturas conceito. Essa é a maior aquisição de armamentos já feita para o Departamento de Administração Prisional (Deap). Os equipamentos, que vêm para proteger, valorizar e fortalecer a instituição, foram entregues pelo governador Eduardo Pinho Moreira e pelo secretário de Estado da Justiça e Cidadania, Leandro Lima, na manhã desta quinta-feira, dia 14, em Florianópolis.

 

“Esses equipamentos são de segurança e proteção aos agentes penitenciários. É necessário que esses homens e mulheres tenham a garantia da sua segurança para enfrentar o trabalho, que é extremamente complexo. Santa Catarina tem o melhor sistema prisional do país e é preciso reconhecer também o trabalho dos agentes”, disse o governador.

 

Foram adquiridos 65 fuzis, 72 carabinas, 200 espingardas de 14 e 19 polegadas, 2.442 granadas não letais, mil espargidor de pimenta, 100 cartuchos de lançamento de dardos, 200 mil munições e mil coletes balísticos. Também foram entregues duas viaturas conceito, adaptadas para transporte de presos, com recursos obtidos junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

 

Leandro Lima informou que esses equipamentos completam uma grande ação de valorização do sistema prisional, que vai desde a abertura de vagas em grande quantidade ao treinamento dos agentes por meio da Academia de Justiça e Cidadania (Acadejuc-SC). “Também traz mais segurança às unidades e aos agentes. É mais uma ação da afirmação de todo sistema prisional como política pública estabelecida pelo governo do estado”.

 

As viaturas são adaptadas dentro do previsto no Código de Trânsito Brasileiro e contam com uma maior motorização e mais resistência estrutural. São veículos especialmente projetados e elaborados para o transporte de presos e escoltas de alto risco. Serão utilizadas pelo Serviço de Operações e Escoltas (Soe) e Grupo Tático de Intervenção (GTI), sediados em Florianópolis, mas que atuam em todo estado. “São viaturas conceito. Vieram em pequeno número, porque serão avaliados nos próximos 90 dias para após serem adotadas como viaturas padrão do sistema prisional”, explicou o secretário.

 

Eduardo Pinho Moreira também falou que existem setores que são vitais para atividade e conforto da sociedade, entre os quais a segurança pública. Segundo o governador, é preciso ter policiais e agentes penitenciários para proteger o cidadão de bem, uma justiça isenta para tomar decisões que auxiliem a população, assim como acesso aos serviços de saúde e educação. “Mas para isso temos que nos livrar de uma série de penduricalhos que tornam a máquina pública grande, ineficiente e cara. E nós temos que mudar. Não é possível que o governo continue construindo portos, aeroportos, estradas, isso tem que passar para iniciativa privada. Temos é que, exatamente aquilo que vocês fazem, cuidar e proteger as pessoas”, finalizou.

 

Fotos: James Tavares

 

 

Veja a galeria de fotos

Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial