Folhablu | Governo do estado pede atenção para notícias falsas e reforça fontes oficiais para a população


Governo do estado pede atenção para notícias falsas e reforça fontes oficiais para a população

Publicado em: 2018-05-24 19:59:24

O governo do estado está orientando a população para que busque somente informações oficiais sobre os impactos da paralisação dos caminhoneiros que afeta todo o Brasil. De acordo com o secretário de Estado da Comunicação, Gonzalo Pereira, em entrevista coletiva à imprensa, nesta quinta-feira, ia 24, muitas informações falsas, as famosas fake news, estão surgindo em grupos de whatsApp e canais não oficiais.

 

“É importante que o cidadão utilize como fonte de informação os sites e canais do governo do estado para manter-se atualizado. Também os veículos de comunicação são fontes com credibilidade. A difusão de informações falsas, comum em situações como esta que vivemos, traz prejuízo à sociedade, e deve ser combatida”, ressalta.

 

O governo montou um comitê de crise, no Centro Integrado de Gerenciamento de Risco e Desastres (Cigerd) na capital, no qual representantes da Defesa Civil, Saúde, Segurança, Agricultura, Procon e Comunicação, e instituições como a Federação Catarinense de Municípios (Fecam), trabalham integradas com o objetivo de minimizar os possíveis impactos à população, em todas as áreas. "O estado está aqui para manter a ordem e garantir a segurança de todo e qualquer cidadão, catarinense, ou não, que estiver no nosso território", destaca Moratelli.

 

Os sites do governo do estado, e da Defesa Civil catarinense, estão divulgando em tempo real todas as informações relativas às medidas definidas no comitê de crise.

 

As redes oficiais do governo, facebook.com/governosc e Twitter @GovSC, também mantém informações atualizadas.

 

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial