Folhablu | Duas Ongs de Santa Catarina foram vencedoras do Prêmio Criança. Uma delas é blumenauense


Duas Ongs de Santa Catarina foram vencedoras do Prêmio Criança. Uma delas é blumenauense

Publicado em: 2016-12-15 03:48:44

Saíram os resultados do Prêmio Criança 2016, criado em 1989 pela Fundação Abrinq para reconhecer iniciativas inovadoras direcionadas à primeira infância (da gestação até os 6 anos de idade) em todo o Brasil. Em Santa Catarina, o Programa SMS Bebê: do Início da Gestação Até 1.000 Dias do Bebê, idealizado pela Tá.Na.Hora Saúde Digital, foi um dos vencedores do prêmio. Na categoria Coletivos os Redes, o Grupo de Professores Mediadores Crianças Criativas da Angelita Muller também foi reconhecido.

 

Numa comovente cerimônia realizada no Teatro Santander, em São Paulo, os representantes dos projetos receberam um troféu e uma placa comemorativa em homenagem à 21ª edição do evento, que contou com a ótima performance do ator e apresentador Anderson Di Rizzi. Os convidados também puderam conferir a apresentação da Orquestra Juvenil Heliópolis do Instituto Baccarelli, regida pelo maestro Edilson Ventureli, e soltaram a voz com o cantor Tiago Abravanel ao longo da noite. O presidente da Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança e do Adolescente, Carlos Tilkian, a administradora executiva Heloisa Oliveira, a gerente executiva Denise Cesario e demais representantes da organização social receberam os convidados.

 

A ideia do programa SMS Bebê foi aplicada em Rio Negrinho, com o intuito de manter conversas interativas, informais, educativas e amigáveis via SMS ou WhatsApp com gestantes, mães, pais e cuidadores durante e após o pré-natal. O objetivo é orientar, monitorar e acompanhar desde a gestação até mil dias de vida da criança, após o parto. Além de Rio Negrinho, o projeto atende Palmeira dos Índios e Igaci, em Alagoas.

 

O Grupo de Professores Mediadores Crianças Criativas começou com a ideia da professora de educação infantil Angelita Muller, em Blumenau, e reúne cerca de 6 mil pessoas online para discutir sobre as crianças e educação.

 

Durante o processo seletivo, 129 iniciativas de organizações sociais e empresas foram inscritas, das quais cinco foram premiadas. Os projetos desenvolvidos nos eixos de educação infantil, sobrevivência infantil e violência infantil são originários de 72 municípios de 17 estados brasileiros. Neste ano, o prêmio contará ainda com quatro categorias de reconhecimento: Jovem, Jornalista, Coletivo ou Rede e Sustentabilidade.

 

As outras iniciativas vencedoras foram: A Descoberta da Língua Escrita, do Projeto Arrastão; Campanha pra Toda Vida - A Violência Não Pode Marcar o Futuro das Crianças e dos Adolescentes, do Hospital Pequeno Príncipe; Da Gestação ao Desenvolvimento: a Beleza que o Grupo Boticário Faz pelas Crianças, do Grupo Boticário; e Programa Educação Integral para a Primeira Infância, da Casa da Criança Armanda Malvina de Mendonça.

 

“É de extrema importância valorizar boas iniciativas com foco na primeira infância”, afirma Denise Cesario, gerente executiva da Fundação Abrinq.

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial