Folhablu | Alvaro Dias reúne líderes de vários dos principais partidos de Santa Catarina


Alvaro Dias reúne líderes de vários dos principais partidos de Santa Catarina

Publicado em: 2018-07-12 17:15:48

A sala de eventos Franklin do Hotel Castelmar, em Florianópolis, ficou lotada para o evento suprapartidário organizado em torno do projeto do senador Alvaro Dias, pré-candidato a presidente pelo Podemos. Parte do público, estimado em mais 400 pessoas, ficou em pé para acompanhar as manifestações das lideranças presentes.

 

O encontro foi absolutamente representativo e suprapartidário. Prestigiaram o ato o presidente estadual do PSD e pré-candidato do partido ao governo, Gelson Merisio; o ex-governador Esperidião Amin, do PP, também pré-candidato ao governo; o ex-governador, ex-senador e ex-ministro Jorge Konder Bornhausen, o deputado federal João Paulo Kleinüning, do DEM, outro pré-candidato ao governo de Santa Catarina; o senador Dário Berger, do MDB, o deputado federal Osvaldo Mafra, do Solidariedade, e o deputado estadual Natalino Lázare, organizador do evento. Ele foi o primeiro mandatário a se filiar ao Podemos em Santa Catarina. Outro parlamentar estadual, Fernando Coruja, também do Podemos, marcou presença. O ex-deputado Paulo Bornhausen, do PSB, também prestigiou o evento.

 

Pré-candidato a governador pela Rede, o professor Rogério Portanova também compareceu ao evento. Todos os líderes tiveram direito à palavra e enalteceram a trajetória, a ética, a experiência, a honestidade e a capacidade de Alvaro Dias, o presidenciável mais preparado para este momento tão delicado pelo qual passa a instituição chamada Brasil.

 

Alvaro Dias fez um resumo sobre a trágica e da ditadura que acabou se instalando junto com a República no país. O senador vem defendendo, com veemência, a necessidade de se fundar a República Federativa do Brasil.

 

Dias demonstrou conhecimento, ainda, sobre a história de Florianópolis e sua ligação com o início do período republicano, quando o Marechal Floriano Peixoto, com mão de ferro e de forma sanguinária 'assumiu' o poder ao arrepio da Constituição, sem realizar eleições. Ele instalou a ditadura, ignorando a oposição e os federalistas.

 

Rui Barbosa o chamava de serpente (Floriano), José do Patrocínio o combatia e Lima Barreto escreveu uma obra memorável sobre os lances de autoritarismo e prepotência de Floriano Peixoto aqui (Florianópolis, antiga Desterro). Aqui, 185 revoltosos foram fuzilados de forma sumária e impiedosa", rememorou Dias, questionando: "o que temos hoje? É República ou é império? Refundar  a República significa nos submetermos, todos, à lei vigente."

 

O senador também insistiu na necessidade, urgente, de se promoverem reformas constitucionais, buscando o apoio da população, o que vai se refletir no Congresso Nacional que assumirá a partir de 2019. Ao lembrar que a situação do país é caótica, Alvaro Dias advertiu. "Os brasileiros não fracassaram. Os governantes fracassaram. E deveriam pedir perdão à população brasileira."

 

 

Veja a galeria de fotos

Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 99210 7635
Redação Brasil: webmaster@folhablu.com.br | Redação Santa Catarina: blumenau@folhablu.com.br | Comercial: comercial@folhablu.com.br | Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: folhablu | WhatsApp: (47) 99210 7635
Blumenau - SC
Todos os direitos reservados