Folhablu | Peru desafia a história com duelo crucial contra a Dinamarca


Peru desafia a história com duelo crucial contra a Dinamarca

Publicado em: 2018-06-15 23:48:37

 

Depois de 36 anos sem provar a Copa do Mundo, chegou o momento do Peru, que jogará contra a Dinamarca neste sábado, dia 16, em Saransk, um confronto entre duas equipes que compartilham um período de 15 jogos invictos, chave em um Grupo C no qual a França espera.

 

O Peru e a Dinamarca nunca se enfrentaram em uma partida oficial. Há uma semana, os europeus venceram o México por 2 a 0 e os incas empataram sem gols com a Suécia.

 

Além da fase positiva, Peru e Dinamarca compartilham um jogador símbolo, os antagonistas Paolo Guerrero e Christian Eriksen. Expressivo como poucos, o "Depredador" é a alma dos incas. No lado nórdico reina o discreto Eriksen, cérebro talentoso do Tottenham, que aos 26 anos é considerado um dos melhores do mundo em sua posição.

 

O treinador Age Hareide tentou esta semana explicar que sua equipe não é "Eriksen dependente". O craque foi escolhido quatro vezes o melhor jogador dinamarquês do ano. Uma das principais tarefas da equipe liderada pelo argentino Ricardo Gareca será conter este jogador, autor de 12 gols em suas últimas 13 partidas internacionais, incluindo três gols contra a Irlanda para classificar a Dinamarca à Copa do Mundo na repescagem europeia.

 

Cobrir Eriksen e sua turma não será a única preocupação de Gareca. Com o retorno de Guerrero e da equipe em perfeitas condições, o técnico peruano enfrenta um abençoado dilema: escolher os homens que irão acompanhar o grande capitão no ataque. Nesta sexta-feira, Gareca admitiu que não decidirá o time inicial até pouco antes do início do jogo. Normalmente, Jefferson Farfán acompanhará o "Depredador" e três outros homens devem disputar duas posições na zona ofensiva, apesar de que Gareca inclusive testou uma equipe em que estaria fora até mesmo Guerrero. Christian Cueva, líder habitual do ataque, parece difícil sair do time, então André Carrillo e Edison Flores competiriam por um lugar.

 

Cerca de 40 mil torcedores peruanos viajaram para a Rússia para incentivar sua seleção, algo que os jogadores sentem e valorizam.

 

O Peru retorna aos mundiais depois de 36 anos. Sua última participação foi na Espanha em 1982, onde foi eliminado na fase de grupos sem ganhar. Sua última vitória foi em 11 de junho de 1978 contra o Irã por 4 a 1, com uma grande atuação de Teófilo Cubillas, autor de três gols. A Dinamarca, depois de sua ausência no Brasil em 2014, retorna às Copas do Mundo.

 

Acompanhe a tabela completa, com classificação, campeões e regulamento no Placar Eletrônico, clicando no banner abaixo.

 

 

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial