Folhablu | Bi mundial levou a França ao topo do ranking da Fifa


Bi mundial levou a França ao topo do ranking da Fifa

Publicado em: 2018-08-29 16:04:06

 

A conquista de uma Copa do Mundo é o ponto mais alto que uma seleção de futebol pode alcançar em sua história. Entretanto, a manutenção dos resultados conquistados durante a competição são extremamente importantes para demonstrar que o título não foi, digamos, mera obra do acaso ou das circusntâncias. O ranking da Fifa, criado em 1993 e sempre questionado, pode servir como parâmetro neste caso.

 

A atual campeã mundial França, depois da conquista de sua segunda Copa do Mundo, alcançou o topo do ranking. Outra seleção com bom desempenho na Copa, a Bélgica, chegou ao segundo posto. A Croácia, vice-campeã mundial, está logo atrás, em quarto lugar. Dos quatro primeiros colocados no atual ranking da Fifa, apenas o Brasil, terceiro colocado, não ficou entre os melhores da Copa do Mundo da Rússia.

 

Se manter no topo do ranking, porém, é outro desafio. Ele foi criado pela Fifa em 1993 e é atualizado mensalmente. Muito criticado pela falta de transparência, o ranking da Fifa já passou por diversas reformulações com a intenção de torná-lo mais justo. Ao fim de cada ano, a seleção que estiver melhor colocada no ranking é considerada pela Fifa como a equipe do ano. Mas nem sempre o então campeão do mundo chega ao fim da temporada como seu líder e, como consequência, como equipe do ano. Essa é a tarefa da França em 2018. O que na prática de nada vale, mas mantém o respeito dos adversários.

 

A primeira seleção do ano foi a Alemanha, em 1993. Em 1994, ano do tetracampeonato mundial do Brasil, a seleção de Parreira foi considerada a equipe do ano. Em 1998, mesmo com a conquista do primeiro título mundial, a França terminou o ano em segundo lugar, atrás do próprio Brasil. Em 2002, ano do penta brasileiro, a seleção brasileira se manteve na dianteira do ranking da Fifa. Fato que repetiu em 2006, mesmo com o fiasco na Alemanha, quando a Itália faturou o tetra mundial. Já em 2010, a Espanha conquistou o mundo na Copa e se manteve no topo do ranking até o fim do ano.

 

Aliás, foi a própria Espanha a equipe do ano desde 2008 até ser desbancada pela Alemanha em 2014. Naquele ano, além da conquista do tetra, a Alemanha foi também considerada a equipe do ano.

 

A França, atual bicampeã mundial, só chegou ao fim de uma temporada como líder do ranking da Fifa uma única vez, em 2001, quando foi considerada a equipe do ano pela entidade. Este será o primeiro desafio da seleção francesa depois da conquista do mundial: chegar ao fim de 2018 na lidernaça do ranking. Na última atualização, em julho, a França subiu seis posições e desbancou a Alemanha no topo do ranking. A Bélgica, então terceira colocada, subiu uma posição e ultrapassou o Brasil. Além de perder a liderança do ranking e fazer feio - muito feio - na Copa do Mundo da Rússia, a seleção da Alemanha despencou no ranking e agora ocupada a 15ª colocação.

 

Na prática, o que vale mesmo é levantar o caneco da Copa do Mundo, mas se manter no topo do ranking ajuda a manter o respeito dos adversários, além, claro, de ser decisivo na escolha dos cabeças-de-chave de uma Copa. Pelo sim, pelo não, é sempre bom brigar pra se manter no topo.

 

Acompanhe a tabela completa, com classificação, campeões e regulamento no Placar Eletrônico, clicando no banner abaixo.

 

 

Por Fábio Souza

 

 


Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 99210 7635
Redação Brasil: webmaster@folhablu.com.br | Redação Santa Catarina: blumenau@folhablu.com.br | Comercial: comercial@folhablu.com.br | Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: folhablu | WhatsApp: (47) 99210 7635
Blumenau - SC
Todos os direitos reservados