Folhablu | A uma semana do início da Copa do Mundo de Clubes, Conmebol ainda não tem seu representante


A uma semana do início da Copa do Mundo de Clubes, Conmebol ainda não tem seu representante

Publicado em: 2018-12-05 11:26:57

Boca ou River? A dita maior final da história da Taça Libertadores acabou por se tornar um dos maiores micos protagonizados pela Conmebol. Com a confusão que resultou no adiamento da segunda partida da final argentina, um novo vexame se concretizou. A uma semana do início da Copa do Mundo de Clubes, a entidade sul-americana é a única que ainda não definiu seu representante.

 

Depois de uma grande novela para se decidir uma nova data - e se haveria -, a partida decisiva entre River Plate e Boca Juniors está marcada para o próximo domingo, dia 9, no Estádio Santiago Bernabéu, em Madri. Sim, a final da Libertadores será jogada na Espanha. E, em se tratando de uma organização da Conmebol, quanto mais longe da América do Sul melhor. Entre a definição do campeão e a estreia no Mundial, apenas nove dias separam os argentinos.

 

Na Copa do Mundo, o argentino campeão da Libertadores enfrentará na semifinal o vencedor do jogo 1 das quartas de final, entre o Espérance, campeão africano, e o vencedor do playoff onde se enfrentam o Al Ain, dos Emirados Árabes, e o Team Wellington, campeão da Oceania. Moleza? Parece, mas a história recente ensina que alguma preparação e concentração ajudam a não se repetir os fiascos de Internacional, Atlético Mineiro e Atlético Nacional, que caíram justamente nas semifinais contra adversários do mesmo poderio dos atuais.

 

Na outra semifinal, o Real Madrid, campeão europeu, espera pelo vencedor da partida entre Kashima Antlers, do Japão, e Guadalajara, do México.

 

Depois de um empate por 2 a 2 na primeira partida da final da Taça Libertadores na Bombonera, na chegada dos times para o jogo decisivo no Monumental de Núñez, a torcida do River atacou o ônibus do Boca. Com vários feridos e depois de cerca de 4 horas de adiamento, os cerca de 60 mil torcedores que lotavam o estádio do River voltaram para casa sem conhecer o campeão sul-americano, entre eles o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

 

Depois da violência, a incompetência. A Conmebol, que tentou de todas as formas forçar a realização da segunda partida no mesmo dia, protagonizou uma verdadeira novela, tendo como "atores principais" as direções de Boca e River. Depois de idas e vindas, a solução apresentada foi a realização da partida decisiva da Libertadores da América longe do continente.

 

E assim, a maior final da Libertadores da história, também conhecido como o maior mico da história da Conmebol, será disputada em madri apenas três dias antes do início da Copa do Mundo de Clubes. Quem sabe os ares europeus não inspiram os cartolas sul-americanos, que adoram "beber da fonte" da Champions Legue? Afinal, ainda não chegou ao Novo Continente a maior lição oferecida pelo torneio europeu: profissionalismo.

 

Acompanhe a tabela completa, com classificação, campeões e regulamento no Placar Eletrônico, clicando no banner abaixo.

 

 

Por Fábio Souza

 

 


Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 99210 7635
Redação Brasil: webmaster@folhablu.com.br | Redação Santa Catarina: blumenau@folhablu.com.br | Comercial: comercial@folhablu.com.br | Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: folhablu | WhatsApp: (47) 99210 7635
Blumenau - SC
Todos os direitos reservados