Folhablu | Sem Coutinho, mas com o Ladrilheiro, título carioca de 1981 foi parar na Gávea


Sem Coutinho, mas com o Ladrilheiro, título carioca de 1981 foi parar na Gávea

Publicado em: 2016-04-25 12:05:38

Em 1981, o Flamengo tinha o melhor time de futebol do mundo. Mesmo assim, o Vasco da Gama sempre foi um rival à altura. Na decisão do Campeonato Carioca daquele ano, o Fla havia conquistado os dois primeiros turnos do campeonato. O Vasco, o terceiro. Na final, o time rubronegro tinha total vantagem. Para os cruzmaltinos conquistarem a taça, precisariam vencer duas partidas e empatar a terceira.

 

Com a Libertadores da América recém-conquistada, o Flamengo foi para a decisão do Carioca abalado pela perda do técnico Cláudio Coutinho, morto por afogamento dias antes. Na primeira partida da final, vitória do Vasco por 2 a 0. Na segunda, nova vitória do time da Colina, desta vez por 1 a 0. O Vasco agora teria a vantagem na terceira partida, bastando um empate para conquistar o título. Mas desta vez, as coisas foram diferentes. O Fla abriu 2 a 0 no placar ainda na primeira etapa. O Vascão conseguiu diminuir aos 38 da segunda etapa.

 

Quando todos esperavam por um final eletrizantes, surge um fator extra campo. Um torcedor flamenguista, que ficou conhecido como "Ladrilheiro", invadiu o gramado causando uma grande confusão em campo. A invasão esfriou a equipe vascaína, que, com o jogo reiniciado, não teve forças para buscar o empate. E assim, o título carioca de 1981 foi conquistado pelo Flamengo, que dias depois ainda conquistaria o Mundial de Clubes sobre o Liverpool. Mais de 169 mil pessoas assistiram a esta partida no Maracanã.

 

 

Por Fábio Souza

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial