Folhablu | Em 1982, com futebol sublime, Brasil 'derruba' a então campeã do mundo


Em 1982, com futebol sublime, Brasil 'derruba' a então campeã do mundo

Publicado em: 2016-05-26 10:06:32

Em 1982, na Espanha, a Copa do Mundo tinha uma forma de disputa diferente da atual. Na primeira fase, as 24 seleções foram divididas em 6 grupos de 4 equipes, classificando-se as duas melhores de cada chave. Na segunda fase, as 12 seleções remanescentes foram separadas em 4 grupos. Quatro triangulares, onde somente o campeão avançaria à semifinal.

 

Depois de se classificar com 3 belas vitórias, a seleção brasileira teve como sorte um dos chamados grupos da morte, com Itália e Argentina. No outro deles se enfrentaram Alemanha, Inglaterra e Espanha. Na primeira partida do grupo, a então campeã do mundo Argentina foi derrotada por uma até então cambaleante Itália. Na segunda partida do grupo, contra o Brasil, seria tudo ou nada para os campeões do mundo.

 

Foi justamente neste clássico entre Brasil e Argentina que o mundo viu de perto uma das mais sublimes partidas de futebol da história. Rivalidade à flor da pele, emoção e classe, muita classe. A Argentina tinha Fillol, Passarella, Ardiles, Kempes e Maradona. O Brasil, Júnior, Toninho Cerezo, Sócrates, Falcão e Zico.

 

Dinta de 44 mil torcedores no Estádio Sarriá, a seleção brasileira derrotou os argentinos por 3 a 1 e mandou de volta pra casa os campeões do mundo. Faltava então apenas um empate contra a Itália para que o Brasil, o time a ser batido naquela Copa, chegasse à semifinal. Mas aquela seria uma história bem diferente...

 

 

Por Fábio Souza

 

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial