Folhablu | Como trocar a lista de presentes de casamento por dinheiro?


Como trocar a lista de presentes de casamento por dinheiro?

Publicado em: 2018-09-21 07:58:06

Há alguns anos, as pessoas saíam da casa dos pais somente ao casar. No mundo moderno, muitos casais já moram juntos ou têm suas casas montadas antes de iniciarem a vida a dois. Por isso, a tradicional lista de presentes de casamento contendo itens de decoração e utilidades domésticas não faz tanto sentido. Para noivos com esse perfil, o ideal é converter os presentes em dinheiro.

 

Driblando o fator cultural

 

Mas é possível pedir dinheiro de presente sem causar constrangimentos? Sim! É uma escolha prática e útil, mas que exige alguns cuidados. Apenas informar que não há lista e que o casal prefere receber valores em dinheiro, no Brasil, de forma geral, não é uma atitude vista com bons olhos.

 

De acordo com a cerimonialista Fátima Leonhardt, trata-se de uma questão cultural. Ela, que realiza eventos fora do país, diz que para estrangeiros não há tabu nesse quesito. “Europeus e orientais têm por hábito chegar ao casamento com envelopes contendo dinheiro para presentear os noivos. É uma tradição”. A prática é tão comum entre esse público que Fátima tem um protocolo padrão para garantir a segurança: opta por salões ou casas de festa que ofereçam cofre.

 

Ela afirma que em 38 anos de atuação no mercado de casamentos nunca presenciou a prática entre noivos brasileiros. A profissional acredita que o possível desconforto vem do hábito de alguns convidados desejarem ver o presente ofertado em uso na casa do casal em uma visita após o casamento. “Muitas pessoas ainda cultivam esse pensamento, especialmente os mais velhos”, ressalta.

 

Para a cerimonialista, uma das formas mais elegantes de solicitar ajuda financeira como presente de casamento é por meio de cotas de lua de mel. Se o casal sabe para onde vai, pode dividir valores das passagens, hospedagem e passeios em cotas de valores diversos. “Doando apenas quantias sem saber a destinação, muitos não têm a sensação de que estão presenteando. Assim, os convidados realmente sentem que estão contribuindo, principalmente ao ver as fotos da viagem do casal”. Fátima ressalta ainda que é importante democratizar a lista, equilibrando os preços dos presentes. “Contemplar todas as faixas de valores é essencial e evita constrangimentos”, diz.

 

Como montar uma lista de casamento com presentes em dinheiro

 

Além de facilitar a vida dos noivos e convidados, os sites de casamento são ferramentas ideais para ajudar nessa tarefa. O site Zankyou é um deles. Além de contar com diversos recursos relacionados à organização do casamento, a plataforma permite que o casal crie listas de casamento de forma gratuita para usar o dinheiro como quiser: equipar a casa, viajar ou até doar para uma Ong.

 

A criação da lista pode ser personalizada de acordo com o gosto do casal. No caso da lua de mel, cada cota pode ser incluída como uma etapa da viagem, como por exemplo, passeios, almoços e jantares em restaurantes do destino escolhido. Se o casal não quer abrir mão de disponibilizar presentes em forma de itens para a casa, o site disponibiliza a opção para cadastrar fotos de produtos desejados em categorias como eletrônicos, decoração e outras, inserindo a marca e o valor. Independente da modalidade escolhida, os  noivos recebem os valores na conta bancária.

 

Muito além da lista de casamento

 

Sites de casamento podem ser aliados na organização do casamento como um todo. Os mais completos, como o Zankyou, permitem fazer a gestão da lista de convidados com RSVP, até organizar a composição das mesas. Outra vantagem é contar com um catálogo de fornecedores e a possibilidade de receber orçamentos diretamente pela plataforma.

 

 

Veja a galeria de fotos

Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 99210 7635
Redação Brasil: webmaster@folhablu.com.br | Redação Santa Catarina: blumenau@folhablu.com.br | Comercial: comercial@folhablu.com.br | Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: folhablu | WhatsApp: (47) 99210 7635
Blumenau - SC
Todos os direitos reservados