Folhablu | Pais e filhos se tornam colegas de trabalho através do programa Jovem Aprendiz


Pais e filhos se tornam colegas de trabalho através do programa Jovem Aprendiz

Publicado em: 2018-08-06 16:47:43

 Apontar os melhores caminhos nas escolhas dos filhos. Este pode ser um dos principais objetivos e desafios para um pai. Quando se trata da carreira e de mercado de trabalho esta tarefa pode gerar muitas dúvidas. Com Delcio Admir Poffo, 52 anos, a trajetória profissional da família foi direcionada na empresa onde trabalha, através do Programa Jovem Aprendiz, promovido na Brandili há oito anos. “Quando fiquei sabendo do programa, incentivei as meninas para que participassem. Essa experiência proporciona ao jovem o aprendizado necessário para valorizar o trabalho, aprender a economizar e a ter responsabilidade.”

 

Delcio hoje é colega de trabalho das filhas Brenda e Laura. Elas cresceram ouvindo o pai sobre o dia a dia do trabalho e seguiram o exemplo. Brenda Tayline Poffo está há três anos na empresa, sendo que os dois primeiros foram através do programa Jovem Aprendiz. “Essa experiência foi fundamental em minha formação profissional, tenho certeza de que irei levar os ensinamentos e conhecimentos que adquiri aqui para o resto de minha vida”, revela Brenda, que se divide entre o trabalho e a faculdade de Ciências Contábeis. A caçula da família Poffo, Laura Lais, nasceu quando o pai iniciava a carreira na empresa. Aos 17 anos, a jovem seguiu os passos da irmã e se inscreveu no programa. “Hoje consigo visualizar fisicamente tudo que ouvia em casa sobre a empresa. Tenho adquirido muita experiência profissional e social, é uma ótima oportunidade. Pretendo continuar na empresa por muito tempo ainda, construindo uma carreira profissional”, conta Laura.

 

Em oito anos, 315 jovens participaram do Programa Jovem Aprendiz na Brandili e, deste total, 82 foram contratados. Para a gerente de Desenvolvimento Organizacional na Brandili, Cláudia Orçati Caniceiro, o sucesso do projeto está relacionado com o formato que é trabalhado dentro das organizações. “Esse jovem adolescente aprende a desempenhar atividades profissionais e a ter capacidade de discernimento para lidar com diferentes situações no ambiente e rotina de trabalho na empresa. Da mesma forma, atende uma necessidade da empresa em encontrar talentos e lapidá-los, possibilitando formação de mão-de-obra qualificada, cada vez mais necessária em um cenário econômico em permanente evolução tecnológica. O Jovem Aprendiz traz resultados à empresa e ao colaborador”, ressalta.

 

A metade dos participantes efetivados nestes oito anos ainda continua na empresa e 22 deles foram promovidos a cargos de maior complexidade, como Letícia Wombommel, de 22 anos. Ela trabalha há seis anos na Brandili, iniciando através do programa Jovem Aprendiz em 2011. Menos de um ano depois foi efetivada como auxiliar de recebimento de facção e, desde 2014, é auxiliar administrativo comercial. A jovem seguiu os passos dos pais, que trabalham na empresa há 17 anos, e do irmão, que está na Brandili há oito. “É muito gratificante iniciar uma carreira onde meu pai e o restante da minha família trabalha, é como continuar em família mesmo não estando em casa”. Para Letícia, a participação no programa Jovem Aprendiz foi essencial para valorizar o trabalho em equipe e para mostrar que os objetivos profissionais devem ter foco e dedicação. “O Jovem Aprendiz foi importante para conhecer os processos e setores, pude entender como tudo acontece antes do produto final chegar até os consumidores”.

 

Para o pai, Osnildo Wombommel, ver a família inteira compartilhando a mesma realidade profissional é motivo de alegria. “É um grande orgulho e a certeza de que trilhamos o caminho certo para eles. É muito gratificante trabalhar em uma empresa que incentiva o jovem, a Letícia está quase se formando em administração de empresas e o Ronildo é engenheiro elétrico formado, e concluiu a universidade com o apoio da empresa”, destaca.

 

O Jovem Aprendiz Brandili é uma parceria da empresa com o Senai/SC. A Brandili abre as portas de seu quadro de funcionários para empregar jovens estudantes com uma carga horária menor. Os requisitos exigidos pela empresa são os comuns a qualquer programa Jovem Aprendiz.

 

São remunerados de acordo com a carga horária. Além disso, os participantes do Jovem Aprendiz Brandili possuem outros benefícios, como: vale transporte; vale refeição; descontos em produtos da empresa; seguro de vida; férias proporcionais (carga horária), FGTS e INSS.

 

Para concorrer a uma das vagas é necessário:

 

  • Ter entre 16 e 17 anos de idade;

  • Estar estudando ensino regular ou ter concluído o ensino médio;

  • Participar do Programa de Aprendizagem determinado na parceria entre Brandili e Senai.

  • Ter disponibilidade para trabalhar até 4 horas por dia sem chocar com o horário de aula (na semana 2 períodos no curso e 3 na empresa);

 

 

 

 

Veja a galeria de fotos

Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial