Folhablu | Lae Educação Internacional promove feira virtual com melhores universidades da Austrália e da Nova Zelândia


Lae Educação Internacional promove feira virtual com melhores universidades da Austrália e da Nova Zelândia

Publicado em: 2016-11-14 16:50:39

Os países da Oceania são conhecidos pelas belas paisagens, qualidade de vida e também por sediar excelentes universidades. Para quem almeja estudar na Nova Zelândia ou Austrália não pode deixar de visitar a Feira Virtual de Pós-Graduação promovida pela Lae Educação Internacional, consultoria especializada em intercâmbio, nos próximos dias 16 e 23, entre 21h e 0h. Para participar basta cadastrar-se no link http://feiravirtual.lae-edu.com.br/.

 

Acessando o evento de qualquer dispositivo móvel ou desktop, os interessados poderão conversar com consultores de 23 universidades renomadas dos dois países, entre elas as australianas University of Melbourne e University of Sydney, que integram o Group of Eight (Go8) e estão entre as 100 melhores universidades do mundo, e a Massey University, conhecida pela excelência acadêmica e pesquisa inovadora, da Nova Zelândia.

 

Na quarta-feira, dia 16, o evento será voltado para cursos de tecnologia da informação, engenharia e ciências, e será possível escolher entre graduações, pós, mestrados, doutorados e especializações. Já em 23 de novembro, os interessados poderão receber informações a respeito de extensões nas áreas de negócios e administração.

 

O evento acontece simultaneamente em 14 países da América Latina e os interessados poderão abordar o processo de inscrição, documentação exigida, visto, opções de bolsas de estudo e ainda ter acesso a benefícios exclusivos que serão oferecidos apenas aos participantes.

 

Entre os diferenciais dos países está a possibilidade de trabalhar. Em ambos, o aluno de pós-graduação tem direito a trabalhar durante seus estudos com limitação de carga horária ou não, dependendo do tipo de curso. Para mestrado com pesquisa ou doutorado, não há restrições. Além disso, tanto a Austrália quanto a Nova Zelândia tem um estímulo extra aos estudantes e oferecem visto de trabalho após a obtenção da graduação no país, podendo variar de 1 a 4 anos.

 

Universidades de ambos os países oferecem benefícios exclusivos para atrair pesquisadores. Enquanto o estudante de PhD na Austrália ganha autorização para trabalhar no país por quatro anos após o término de seus estudos, a Nova Zelândia oferece programa para estudantes internacionais ao mesmo custo oferecido a alunos domésticos, além de também oferecer visto de trabalho, que pode ir de 1 a 3 anos após sua graduação.

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial