Folhablu | Pesquisa sobre tuberculose dá a aluno destaque em congresso de medicina


Pesquisa sobre tuberculose dá a aluno destaque em congresso de medicina

Publicado em: 2018-07-03 18:03:45

 

A pesquisa Avaliação do Teste Rápido Molecular para Tuberculose em uma Cidade de Grande Porte do Sul do Brasil, de Felipe Osni Coelho, graduado no curso de Medicina, da Unidade Pedra Branca da unisul, ficou em 2º lugar no Congresso Sul-Brasileiro de Medicina de Urgência e Emergência de Adultos (Sulbramurgem), em Balneário Camboriú, e foi apresentado em pôster.

 

Diversas pesquisas comprovam que a tuberculose ainda é uma das principais causas de mortalidade na atualidade e na história. O diagnóstico acumula desafios à saúde pública, sendo um dos pilares da estratégia atual da Organização Mundial de Saúde (OMS) chamada End TB.

 

O Brasil é o segundo país da América Latina em número de casos, sendo o 18º colocado entre os 22 países que detêm mais de 80% da carga mundial de infectados por tuberculose. Desde 2010, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda para países com alta carga de tuberculose, como por exemplo o Brasil, que apliquem o TRM, explica a professora doutora Aline Daiane Schlindwein, do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde (PPGCS): “Trata-se de um teste automatizado, baseado em uma reação de Polymerase Chain Reaction (PCR) em tempo real que detecta material genético de micro-organismos vivos ou mortos do complexo Mycobacterium tuberculosis (MTB), não sendo recomendado para acompanhamento da doença”.

 

A Polymerase Chain Reaction (PCR) refere-se à reação em cadeia da polimerase considerada a técnica utilizada na biologia molecular para amplificar uma única cópia ou algumas cópias de um segmento de DNA em várias ordens de grandeza, que geram de milhares a milhões de cópias de uma determinada sequência de DNA.

 

Para mensurar a acurácia do TRM-TB foram utilizadas 1.220 amostras de escarro de possíveis pacientes com tuberculose que também foram cultivadas em meio Ogawa-Kudoh (meio utilizado para isolamento e cultivo) e 61,9% das amostras eram de pacientes do sexo masculino, 87,5% possuíam 8 anos ou mais de escolaridade. Ao todo, obteve-se 56 amostras positivas pelo TRM-TB e 45 na cultura, o que levou a uma prevalência de TB de 6,65% (5,19-8,10%).

 

Com base nos resultados obtidos, o TRM-TB se mostrou como um teste simples que apresenta alta especificidade, sensibilidade e elevada acurácia com a vantagem de detectar a resistência à rifampicina, o que caracteriza uma importante ferramenta no diagnóstico da tuberculose. Na saúde, a acurácia significa a capacidade do método de acertar o diagnóstico que leva em conta a exatidão e precisão da medição.

 

O trabalho de Felipe Osni Coelho foi apresentado na forma de pôster no Sulbramurgem 2018 , no mês de junho, e concorreu com outros 862 inscritos, sendo orientado pela professora doutora Aline Daiane Schlindwein, do PPGCS, e coorientado pela professora doutora Elayne Pereira, do curso de medicina.

 

A pesquisa, que foi o tema do trabalho de conclusão de curso (TCC), está disponível no site do Riuni e atualmente encontra-se em análise para publicação em uma importante revista científica na qual foi submetido.

 

 


Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 99210 7635
Redação Brasil: webmaster@folhablu.com.br | Redação Santa Catarina: blumenau@folhablu.com.br | Comercial: comercial@folhablu.com.br | Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: folhablu | WhatsApp: (47) 99210 7635
Blumenau - SC
Todos os direitos reservados