Folhablu | O que é importante saber antes de se vacinar contra a gripe?


O que é importante saber antes de se vacinar contra a gripe?

Publicado em: 2018-04-26 11:12:04

A campanha contra a gripe já começou em diversas instituições de saúde do Brasil e, com a chegada do outono e dos dias mais frios, fica cada vez mais relevante destacar a importância que a vacinação contra a gripe tem na vida da população. De acordo com a Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, já são 13 os estados brasileiros que registraram 57 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, causada pelo Influenza A (H3N2), resultando em 10 mortes este ano, sendo três casos em São Paulo.

 

Em Blumenau, o Hospital Dia do Pulmão pretende imunizar mais de seis mil pessoas neste ano contra a gripe. Apesar de grande, o número de pessoas protegidas ainda poderia ser maior, já que muitos, por falta de conhecimento ou medo, deixam de tomar a dose da vacina.

 

Para ajudar a comunidade, o pneumologista do hospital, Mauro Kreibich, respondeu às principais questões que costumam preocupar quando o assunto é a vacina contra a gripe. Confira:

 

Já posso tomar a vacina?

 

Sim. A vacina contra a gripe já pode ser adquirida na rede privada e na rede pública e está disponível para grupos de maior risco de complicações desde o dia 23 de abril. No Hospital do Pulmão, um dos diferenciais é a compra das doses e agendamento da vacinação pelo site.

 

Quais são os tipos de vacina que existem?

 

As vacinas podem ser trivalentes ou quadrivalentes. As trivalentes protegem contra três tipos diferentes do vírus influenza: vírus A/Michigan/45/2015, A/Hong Kong/4801/2014 (H3N2) e B/Brisbane/60/2008. Já a quadrivalente, contra quatro tipos: os três anteriores e o B/Phuket/3073/2013.

 

O Hospital Dia do Pulmão trabalha apenas com vacinas quadrivalentes.

 

Quem pode tomar a vacina?

 

Todas as pessoas a partir dos seis meses de idade podem ser vacinadas. Indivíduos alérgicos à proteína do ovo devem consultar seu médico para verificar a possibilidade da aplicação.

 

Quem deve tomar a vacina?

Todas as pessoas a partir dos seis meses de idade também devem tomar a vacina. Mas os chamados grupos de risco têm uma obrigatoriedade maior. São eles: gestantes, idosos, crianças menores de 5 anos e pessoas com doenças crônicas (respiratórias, cardiológicas e diabetes), professores e profissionais da saúde.

 

Quem toma a vacina fica gripado?

 

Não. A vacina contra a gripe é feita com partes mortas dos vírus influenza, não tendo assim capacidade de originar a doença.

 

Se estiver doente ou com febre, posso receber a dose?

 

Não há problema em vacinar quem esteja resfriado ou com algum tipo de dor. Quando a pessoa tem febre, ou alguma infecção mais forte, como uma pneumonia, por exemplo, os médicos normalmente indicam adiar a aplicação da vacina para que ela não corra o risco de sofrer o desconforto dos eventuais efeitos colaterais quando já não está se sentindo bem.

 

Quem toma antibiótico ou corticóide pode se vacinar?

 

Sim. A vacina não atrapalha o efeito dos antibióticos, e vice-versa.

 

Quantas doses tomar?

 

É recomendada uma dose anualmente. Crianças menores de nove anos podem precisar de duas doses se estiverem tomando a vacina da gripe pela primeira vez.

 

Depois de quanto tempo ela começa a fazer efeito?

 

A vacina demora cerca de 15 dias para começar a fazer efeito. E o efeito máximo ocorre dois meses após a aplicação.

 

Qual a duração da imunização?

 

A duração da imunização contra o vírus influenza é de cerca de oito meses. O período geralmente cobre todos os meses mais frios do ano.

 

A vacina tem 100% de garantia?

 

A vacina possui uma média de 80% de eficácia. E mesmo quem contrair alguma gripe após se vacinar, tende a sentir a doença de forma mais amena.

 

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial