Folhablu | Reflexão para o sábado


Reflexão para o sábado

Publicado em: 2013-09-20 14:27:17

Este trecho de um livro foi bastante útil para mim recentemente e espero que passando à frente possa ser útil para mais alguém.

 

Uma ocasião estava Buda a contar uma história a um aprendiz:

 

- Um homem viajando chega à margem assustadora de um grande rio. Então vê que a outra margem é segura. Pensa: "Esta extensão de água é vasta e esta margem é perigosa, aquela é livre de perigo. Não há embarcação nem ponte com que eu possa atravessar. Acho que seria bom juntar troncos, ramos e folhas, e fazer uma jangada com a qual, impulsionada por minhas mãos e meus pés, passe com segurança à outra margem." Então esse homem executa o que imagina e passa para a margem oposta sem perigo, onde pensa: "Esta jangada me foi muito útil e me permitiu chegar a esta margem. Seria bom carregá-la à cabeça ou às costas onde quer que eu vá."

 

- Que pensais, monge? Procedendo dessa forma, esse homem agiria adequadamente em relação à jangada?

 

- Não, senhor!

 

- Qual seria o melhor a se fazer?

 

- Tendo atravessado para a outra margem - respondeu o aprendiz -, esse homem deveria pensar: "Esta jangada me foi de grande auxílio e graças a ela cheguei com segurança; agora seria bom que eu a abandonasse à sua sorte e seguisse o meu caminho livremente."

 

Pois exatamente assim são as verdades e certezas que carregamos. Elas devem ser consideradas não como um fim, mas como um meio; da mesma forma como a jangada é um meio para atravessar, mas não para se apegar.

 

Por Alessandro Loiola

Médico

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial