Folhablu | Yenzah reformula linha Pro-Vida


Yenzah reformula linha Pro-Vida

Publicado em: 2013-09-18 02:57:16

Muitas mulheres têm dificuldade para tratar os fios depois de um processo químico, principalmente após a escova progressiva. Esse tipo de alisamento cria uma película que impermeabiliza os fios, o que dificulta o tratamento dos cabelos. Sempre preocupado em atender às exigências do público feminino com produtos de qualidade e eficiência, a Yenzah através do estudo de novas tecnologias, reformulou sua linha Pro-Vida e lança o produto durante a Beauty Fair 2013.

 

A nova fórmula traz em sua composição Batana Oil, NanoBeauty e castanha do Brasil. O primeiro ingrediente é um poderoso óleo originário das florestas do Caribe usado pelos nativos tawira, cujo nome significa "o povo de cabelo bonito". Ideal para proteger os fios dos efeitos químicos, o Batana proporciona a recuperação, deixando o cabelo com mais brilho, força e proteção contra os agentes externos. Tudo isso porque o produto contém lipídeos, aminoácidos e antioxidantes que, juntos, têm a mesma constituição da queratina e revitalizam os cabelos de forma eficiente.

 

O segundo ingrediente, o NanoBeauty, é uma molécula inteligente que atua interna e externamente na fibra capilar, através da nanotecnologia. São micropartículas tão pequenas que penetram até nas minúsculas falhas dos fios, repondo massa e revitalizando. Para finalizar, a castanha do Brasil: matéria-prima rica em selênio e ácidos graxos, que tem a ação de anti-radicais livres, combatendo assim o desgaste (envelhecimento) dos fios.

 

A nova fórmula dos produtos Pro-Vida surge da combinação perfeita da tecnologia com a natureza para uma verdadeira revitalização capilar.

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial