Folhablu | Usando o 13º pode ser possível programar a cirurgia plástica para as férias


Usando o 13º pode ser possível programar a cirurgia plástica para as férias

Publicado em: 2014-11-21 14:52:02

O final do ano chegou e é neste momento que as pessoas já pensam no que vão fazer nas férias de janeiro e com o décimo terceiro. Algumas gastam em viagens, presentes de Natal, lembrancinhas ou investem, mas outras preferem designar em algo mais pessoal, algum desejo ou uma vontade de realizar um sonho que parece distante. Um estudo feito pelo Instituto Data Popular apontou que 40,7% das mulheres que poupam o dinheiro são para realizar algum objetivo pessoal, como por exemplo, a cirurgia plástica.

 

“Hoje, todos têm o sonho de corrigir alguns defeitinhos que incomodam no corpo, que não são solucionados apenas com dieta, tratamentos estéticos ou academia, mas necessitam de um procedimento cirúrgico”, explica Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional - Cirurgia Plástica. Por isso, homens e mulheres aproveitam o bônus do décimo terceiro salário e também a época de férias, assim ficando mais acessível e fácil de fazer.

 

Mas, além disso, após se preparar física e financeiramente, é muito importante pesquisar as opções de médicos cirurgiões, os métodos usados, como se deve proceder antes e após a operação, entre muitos outros detalhes para evitar os problemas de saúde e transformar o sonho em pesadelo. Além de obedecer ao tempo de repouso pós-cirúrgico, outro detalhe que deve ser observado é que o que é muito rápido ou o mais barato pode sair caro. Por isso, é importante escolher o médico especialista que se aproxime mais da necessidade do paciente e que tenha boas recomendações e registros regulamentares.

 

Perguntar sobre tudo também é preciso: tempo de internação, riscos envolvidos, anestesia, tempo de internação, pós-operatório. No caso de próteses de silicone é necessário ficar atento, pois isso influencia diretamente no preço do serviço e na saúde do paciente. Por isso, o processo é longo e deve-se fazer um planejamento para a recuperação. Ver quanto tempo das férias irá pegar ou se precisará se ausentar do trabalho por alguns dias, pois a licença trabalhista só é concedida em caso de doença, acidente ou cirurgia reparadora, para procedimentos estéticos não há como abonar os dias faltosos.

 

“A preparação é importante, mas é sempre necessário fazer os cálculos de tudo: preço e tempo. Planejar-se financeiramente para ocorrências quaisquer e ausência nos afazeres do dia a dia também”, afirma Korn. Mas, quem não se organizou, mas quer investir o 13º neste sonho do aperfeiçoamento corporal, há como dar uma entrada e financiar o restante do valor da cirurgia plástica, pois existem alguns órgãos e instituições que realizam esse tipo de serviço, como é o caso do Centro Nacional - Cirurgia Plástica. Funciona como um intermediador de serviços administrativo-financeiros, assessorando pacientes perante médicos e hospitais, com o objetivo de intermediar e organizar as questões financeiras entre um e outro, além de todo o procedimento da cirurgia.


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial