Folhablu | Autoestima: fortaleça a sua percepção de si mesmo


Autoestima: fortaleça a sua percepção de si mesmo

Publicado em: 2016-03-06 09:59:18

 

 

 

 

 

 

Autoestima, autoimagem, autoavaliação que temos e fazemos de nós mesmos tem ligação de direta com a qualidade de vida e bem-estar. Qual é a imagem que você faz de si? Tem uma percepção boa ou má? Muitas vezes, é a partir dessa base de ideias que se estabelecem limites, sonhos e ações. Seja para sua transformação pessoal e/ou profissional.

 

Quem tem uma imagem mental de si mesmo mais favorável é capaz de se proteger, sonhar, acreditar no potencial, ser mais presente para agir e realizar. Quem não tem confiança em si mesmo sofre com o medo, insegurança, dúvidas e ansiedade.

 

Muitas vezes a autoestima fica abalada por um fator determinante na vida daquela pessoa: um trauma específico, uma crise de depressão ou um diagnóstico de doença, por exemplo, são assuntos correlacionados ao tema. Lembrando que, na verdade, a atenção não deve estar no fato em sim, mas na forma com que cada pessoa será capaz de lidar melhor e agir sobre a própria vida.

 

O grande problema de quem sofre de baixa autoestima é a falta de confiança em si mesmo. Algumas pessoas percebem-se incapazes de realizar seus objetivos, sendo que isso não é uma verdade absoluta, mas uma forma de encarar a situação; uma distorção da realidade. Isso gera uma grande frustração. Falta força, energia e confiança em si mesmo. Esses sentimentos estão ligados a crenças, ou seja, a fantasias e imaginação sobre algo. Com isso, o medo impera. E todos os sintomas de ansiedade começam a aflorar.

 

Quem tem uma autoestima mais fortalecida não se preocupa exclusivamente com o que o outro vai pensar, não paralisa diante das dúvidas, não sofre com o futuro incerto, mas se planeja, cria, age para fazer acontecer dentro dos seus desejos e sonhos. Quem está bem tem força para criar e recriar a vida.

 

Uma boa maneira de aumentar a autoestima é:

 

  • Focar no lado bom e nas possibilidades de ação. Deixar de lado os pensamentos e por em prática as mudanças necessárias para um bom resultado. Se estou bem, percebo melhor as pessoas, estudo com atenção, trabalho melhor, cuido da minha saúde. O que você pode fazer agora para você se sentir melhor? O que está faltando para sua vida estar em perfeita harmonia? Encontre qualidade nas suas ações.

  • Desenvolver estado de presença, curiosidade para o agora, foco no momento atual. O que você está fazendo agora? Seu pensamento está aqui ou em algum lugar do passado ou do futuro? Saber contemplar uma flor, o simples, faz toda a diferença no resultado final do bem-estar.

  • Criar estratégias de ação e mudança. Por exemplo, uma interessante ferramenta que pode ser usada por você, é o Kaisen, criando pequenas mudanças quantitativas e sendo capaz de mantê-las para avançar gradualmente. Se você escolhe por escrever seus pensamentos negativos, por exemplo, e corrigir as ideias ruins, isso é um processo que pode ser feito diariamente e mantido. Ajustando e contribuindo para o bem-estar. Ou a ideia é escrever a substituição dos pensamentos negativos por positivos. O que você quer pensar daqui para a frente?

 

Agir com programação pode contribuir para que as pequenas mudanças se tornem grandes e sólidas para lhe deixar mais seguro por ter conseguido. Aprenda a criar ações motivadoras para sua mente gerar mais e mais prazer e autoestima.

 

Perguntas para você pensar:

 

  • Você está satisfeito consigo próprio? Se tem algo que você poderia melhorar, você sabe como fazê-lo?

  • Qual valor você se dá?

  • Você respeita suas necessidades?

  • Sabe falar não?

  • Quais são suas qualidades? Faça uma lista disso agora.

  • Você tem habilidades que percebe nas outras pessoas à sua volta?

  • Do que você se orgulha de fazer, saber, ser?

  • Sua opinião é positiva sobre você mesmo?

 

Essas perguntas são bem-vindas para que você se estruture para melhores sentimentos. A busca do prazer começa com sentir-se bem, principalmente na própria companhia. Esses são os primeiros passos na direção da cura da autoestima. Quando necessário, sessões de psicoterapia também são aconselháveis. Técnicas de programação neurolínguistica (PNL), novo código da PNL, hipnose ericksoniana, EMDR são ferramentas de grande sucesso para felicidade e mudança pessoal.

 

Como complemento desse artigo, seguem algumas informações sobre cura do medo que vão lhe ajudar a superar as ideias negativas e melhorar a autoestima. Entre nesse site, se cadastre. É por tempo limitado e ganhe gratuitamente 21 e-mails durante 21 dias com minhas dicas e orientações para você se curar e viver melhor do medo e das ideias de insegurança: http://dharma5academy.com/a-cura-do-medo-registo/.

 

Sucesso e até breve!

 

Por Adriana de Araújo

Psicóloga, coach, palestrante e escritora

adriana@desenvolvimentoexcelencia.com.br

 


Fale com a Folhablu

Fones: (47) 3232 7154 | 9138 4105
Redação: webmaster@folhablu.com.br
Comercial: comercial@folhablu.com.br
Financeiro: financeiro@folhablu.com.br
Skype: skype@folhablu.com.br

Blumenau – SC
Folhablu notícias e publicidade digital - Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial